veraferro

Crianças Desaparecidas 2006

Crianças desaparecidas

O projeto teve início quando recebi pela primeira vez um recibo, no pedágio, com um retrato de uma criança desaparecida.. Gerou em mim um movimento de recolher , juntar os recibos e criar uma forma artística para colocá-los.
Surgiu a idéia dos mini postes, uma referência ao “procura-se”, às fotos de pessoas procuradas, coladas nos muros e postes das nossas ruas. Criei o latão de lixo, que encontrei num ferro-velho e preservei como estava, acrescentando as colagens de fotos de Crianças Desaparecidas, me referindo também às crianças “jogadas fora”, encontradas nas latas de lixo, sarjetas, lagoas e terrenos baldios das cidades.

No fundo do lixo coloquei um espelho, pois acredito que este problema é de cada um de nós. Um problema social, que devemos primeiramente reconhecer, aceitar que existe, ter o conhecimento de como fazer um trabalho social preventivo e em seguida agir, da maneira que cada cidadão possa contribuir para a busca das possíveis soluções.

Depois de trabalhar os mini-postes e o latão, achei que tudo aquilo era pouco pra tanta criança desaparecida (40.000 por ano, no Brasil), e comecei a pintar as telas com os retratos estilizados das crianças, buscando-as nos sites de busca da internet. O trabalho resultou num grande painel de 2,10m x 4,80m. Este trabalho foi doado ao Hospital CAISM , na Unicamp em dezembro de 2014